A realidade é outra se você fizer parte dela

Notícias

11/07/2017

Ecocidadão ajuda na reestruturação da Cooperativa de Catadores de Apucarana

O programa Ecocidadão III Paraná chegou ao município de Apucarana, na região Norte, com a realização do curso de capacitação dos 60 coletores filiados à Cooperativa de Catadores de Papel de Apucarana – Cocap, responsáveis pela coleta mensal de aproximadamente 230 toneladas de resíduos sólidos.

O apoio e a contribuição do Ecocidadão, promovido pelo Provopar Estadual, Sanepar e Governo do Estado, através do Instituto das Águas, chegam num momento importante para o sistema municipal de coleta seletiva, tendo em vista que a Cocap, encontra-se sob intervenção do Ministério Público e por pouco não teve sua parceria com a Prefeitura desfeita.

As reuniões para que fosse feito um diagnóstico da situação e que possibilitou a implantação do programa foram realizadas, pela ordem, na Secretaria Municipal do Meio Ambiente, com a presença do gestor ambiental Sergio Bobiq, do presidente do Conselho Municipal do Meio Ambiente, Junior Sereia, do interventor público na Cocap, Antonio Roberto Nogueira, do técnico municipal do meio ambiente, Pedro Rossi, e do representante do convênio Sanepar/Provopar Estadual, Carlos Carriel de Castro.

A intervenção judicial, responsável pelo afastamento do gestor, a dissolução dos conselhos de Administração e Finanças e até mesmo na exclusão de alguns cooperados, deu início a um processo de reestruturação. Dai a importância do apoio do programa Ecocidadão que, além de capacitar e ampliar a renda dos catadores, possibilita o aumento da vida útil dos aterros sanitários e potencializa a reciclagem e reutilização de materiais no ciclo produtivo.

Antes de dar início ao curso de capacitação, o técnico Carlos Carriel de Castro, acompanhado do interventor Antonio Roberto Nogueira, esteve no barracão de 3 mil metros quadrados cedido a cooperativa em comodato por um proprietário privado. “E constatamos que a cooperativa opera numa parte da área, sendo que o restante serve de depósito. “Também verificamos que a cooperativa tem alguns equipamentos, como máquina aglutinadora e de lavagem que estão paradas por falta de adequação do espaço. Mas acredito que o interventor, com o apoio dos cooperados, deve solucionar este e muitos outros problemas”, disse.

Depois de visitar o local, o técnico do Provopar/Sanepar deu início aos módulos do curso de capacitação sobre associativismo, cooperativismo, legislação e documentação. Ao todo 35 associados participaram da aula inaugural do curso. “Foi feito um diagnóstico por escrito das expectativas do grupo em relação ao momento que a Cocap está vivendo, para que construíssemos o “muro dos sonhos” e fosse feito um debate de sistematização do material coletado. E o que pudemos sentir é que o grupo que estava preocupado com o futuro da cooperativa ficou mais confiante e certo da superação de todos os obstáculos”, concluiu.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa do Provopar

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.